Shop Mobile More Submit  Join Login
About Deviant Del Vechio CavalhieriMale/Brazil Recent Activity
Deviant for 5 Years
Needs Core Membership
Statistics 10 Deviations 2,069 Comments 5,324 Pageviews
×

Newest Deviations

Rosa by kingthethird Rosa :iconkingthethird:kingthethird 0 0 Manu e Fumaa by kingthethird Manu e Fumaa :iconkingthethird:kingthethird 0 0 Lack of proportion by kingthethird Lack of proportion :iconkingthethird:kingthethird 0 0
Literature
Mitologia
Do homem emana o mito
O mito imita a vida
O homem omite o fato
A vida mata o homem
 
O homem monta o mito
O mito amansa o homem
A morte omite o fato
O fato a manta encobre
 
O homem muito mita
O homem o mito muda
O homem muito manda
O homem mudo escuta
 
O homem ama o mito
O mito ama o homem
O mito é imortal
O homem e o fato morrem
:iconkingthethird:kingthethird
:iconkingthethird:kingthethird 0 0
Literature
Consciencia
- Haja luz! "Click" - E houve um facho. Trazido na ponta do dedo. É truque? É mágica? É um mistério! Na força do desejo e de um século de avanço, clique e eu me vejo. Vejo a poltrona. Vejo a janela. Vejo o silêncio. Vejo o desconhecido. Ou é ele quem me vê? Ou é a luz quem me lança os olhos amarelos? Constrange-me. Ela irrompe na escuridão. Irradia três palmos de jaqueta e pares de calças jeans. Tão tímida quanto singular. Ela vê no canto dos bolsos. Debaixo da saia. No alto da cabeça. Vê demais. Sabe de menos.
- "Click" - Breu. Tudo é o mesmo. Tudo é nada. Em boca fechada não entra mosca. Tarde demais. As trevas são capuz grosso à nudez. Debaixo não há pudor. Minhas vergonhas se misturam ao rapaz que está sentado ao meu lado, roncando num sono profundo há meia hora. Ali sou um pouco mais ele. Ele é um pouco mais aquela. Tenho nojo.
:iconkingthethird:kingthethird
:iconkingthethird:kingthethird 0 0
Facepalm of Failure by kingthethird Facepalm of Failure :iconkingthethird:kingthethird 1 0 Ocio by kingthethird
Mature content
Ocio :iconkingthethird:kingthethird 1 0
Sem valor by kingthethird Sem valor :iconkingthethird:kingthethird 1 0 Lamento por isso by kingthethird Lamento por isso :iconkingthethird:kingthethird 1 0 O Gato Negro [An Cat Dubh] by kingthethird O Gato Negro [An Cat Dubh] :iconkingthethird:kingthethird 0 0

Favourites

TI7... The Immortalized Ones by thebloodsin TI7... The Immortalized Ones :iconthebloodsin:thebloodsin 26 3 Amy - Red -02- by beethy Amy - Red -02- :iconbeethy:beethy 1,502 20 Window Light by Gorrem Window Light :icongorrem:Gorrem 1,059 37 Last Dance by kirokaze Last Dance :iconkirokaze:kirokaze 683 32 Watercolour Dragon Redhead by rogercruz
Mature content
Watercolour Dragon Redhead :iconrogercruz:rogercruz 239 10
DickCopter Animation by TR-B
Mature content
DickCopter Animation :icontr-b:TR-B 654 73
Folsom by TR-B Folsom :icontr-b:TR-B 20 2 jealous cat. by Fukari jealous cat. :iconfukari:Fukari 3,926 293 Lookin' Back by justinridge
Mature content
Lookin' Back :iconjustinridge:justinridge 172 16
cool ghosts by cutgut cool ghosts :iconcutgut:cutgut 2,045 0 Death-Force by offermoord Death-Force :iconoffermoord:offermoord 120 20 Otherworldly Noises by TriinuArjus Otherworldly Noises :icontriinuarjus:TriinuArjus 99 18 ANIMATED - Werewolf by Alex-Chow ANIMATED - Werewolf :iconalex-chow:Alex-Chow 127 21 Canary by viktorow Canary :iconviktorow:viktorow 217 15 Lunation by Qinni Lunation :iconqinni:Qinni 4,580 82 Nymphetamine by Ozzie-Freitas
Mature content
Nymphetamine :iconozzie-freitas:Ozzie-Freitas 3 4

Activity


Rosa

“Rosa”

Teu sangue te reveste
Teu beijo te condena
Teu ventre é tua pena
Teu fado é tua veste

Teus homens te deixaram
Teus deuses te traíram
Teus filhos te roubaram
Teus sonhos destruíram

Tua história é escravidão
Tua vida é tua dor
Tua casa é castração

E vão é o teu amor
Maldita a condição
De ao mundo vir em flor

Loading...

Do homem emana o mito

O mito imita a vida

O homem omite o fato

A vida mata o homem

 

O homem monta o mito

O mito amansa o homem

A morte omite o fato

O fato a manta encobre

 

O homem muito mita

O homem o mito muda

O homem muito manda

O homem mudo escuta

 

O homem ama o mito

O mito ama o homem

O mito é imortal

O homem e o fato morrem
- Haja luz! "Click" - E houve um facho. Trazido na ponta do dedo. É truque? É mágica? É um mistério! Na força do desejo e de um século de avanço, clique e eu me vejo. Vejo a poltrona. Vejo a janela. Vejo o silêncio. Vejo o desconhecido. Ou é ele quem me vê? Ou é a luz quem me lança os olhos amarelos? Constrange-me. Ela irrompe na escuridão. Irradia três palmos de jaqueta e pares de calças jeans. Tão tímida quanto singular. Ela vê no canto dos bolsos. Debaixo da saia. No alto da cabeça. Vê demais. Sabe de menos.

- "Click" - Breu. Tudo é o mesmo. Tudo é nada. Em boca fechada não entra mosca. Tarde demais. As trevas são capuz grosso à nudez. Debaixo não há pudor. Minhas vergonhas se misturam ao rapaz que está sentado ao meu lado, roncando num sono profundo há meia hora. Ali sou um pouco mais ele. Ele é um pouco mais aquela. Tenho nojo.

A viagem segue. O ônibus desliza na pista. É leve o caminhar. As cortinas fechadas nos enclausuram dos demônios de fora. Guardiãs de pano. Quem dera eu levasse um par nos olhos. Mas um morcego sempre escapa. A escuridão me aperta a mão, abraça e dá um beijo. Veste terno, gravata e um vestido vermelho. São inimigos: dois, dez, mil. Um em cada poltrona. Dez em cada palanque. Mil em cada país.

Saudei o espelho hoje de manhã, antes do café. Meti a faca do pão no ventre do outro lado. Rasguei das tripas à boca. Deixei aberto às moscas, enquanto ainda eram seis e a xícara metade preta. Antes do almoço eu remendava com enxerto de língua e preguiça, tentando recordar a última digestão que tive.

umdoistrêsquatrocincoseisseteoitonovezero - dia.

Um globo de caco e caos, descendo os degraus do porão. Sou uma criança pequena demais para me atrever a ir lá sozinha. Enfio o dedo na boca, viro as costas e volto à sala, mas sem choro. Ainda em tempo de acenar e passar maquiagem.

- “Cof, cof” - Tusso de seco. Na garganta o espinho arranha - Inspire... expire... inspire... expire... - A tabuada da sobrevivência. Um som rasga pela noite. Range os cantos. O teto desce. Cheiro de mofo. A torneira na última fileira pinga. Gota. Ouço. Gota. Temo.

- "Click" - Um berro. Estão todos nus de pele. Os ossos se derramam pelo chão. É deserto. O sol grita a luz e assassina o ouvido. Cego. Surdo. Mudo. Ignorante! - Dor e gemido. Enfio a mão na luz, atravesso com o braço, mordo o crânio ao meu lado. Epifania.

São dez e meia, chego ao destino.

[Del Vechio Cavalhieri]

Journal

No journal entries yet.

Comments


Add a Comment:
 
:iconamyroselover2:
Amyroselover2 Featured By Owner Apr 23, 2014
hey sup
Reply
:iconashintherainbow:
ashintherainbow Featured By Owner Sep 6, 2013
Thank you so much for your kind words!  :D
Reply
:iconvickerooni:
Vickerooni Featured By Owner May 13, 2013  Student Photographer
Thanks for the favorite on Little Whispers~ (:
Reply
:iconkingthethird:
kingthethird Featured By Owner May 14, 2013
My pleasure!
Reply
:iconamyroselover2:
Amyroselover2 Featured By Owner Mar 2, 2013
hi there bro.
Reply
:iconamyroselover2:
Amyroselover2 Featured By Owner Feb 28, 2013
hi there big brother
Reply
:iconkingthethird:
kingthethird Featured By Owner Mar 1, 2013
hi
Reply
:iconamyroselover2:
Amyroselover2 Featured By Owner Mar 1, 2013
hi
Reply
:iconamyroselover2:
Amyroselover2 Featured By Owner Feb 26, 2013
hey hon how are you today.
Reply
:iconkingthethird:
kingthethird Featured By Owner Feb 26, 2013
Thank God I back with my gf!
Reply
Add a Comment: